Tecla SAP


Os 5 Principais Erros Nutricionais que os Crossfitters cometem



Matéria publicada no site www.boxrox.com em 2014

Top 5 nutrition mistakes Crossfitters make
By Jessica Johns-Green

Aperte o SAP! ;)

Os 5 Principais Erros Nutricionais que os Crossfitters cometem

Nutrição é a base dos resultados que você vê no seu desempenho. Se estiver errada, você terá dificuldade em perder gordura corporal e aumentar a massa muscular, você vai se sentir em uma luta com sua performance ou vai estabilizado em seu progresso.

“Melhor do que entrar num plano nutricional específico, acredito que atletas e praticantes de crossfit irão encontrar uma solução individualizada quando tiverem um pensamento correto acerca da nutrição”.

A verdade é que as pessoas estão tendo ótimos resultados com a dieta Paleo, com a “Zone diet” ou alguma outra forma de comer comida de verdade. Há aqueles que obtêm ótimos resultados a partir do controle da ingestão de macronutrientes, e aqueles que conseguem resultados sem controlar. Considerando a variedade de abordagens de sucesso nutricional, o que separa aqueles planos que funcionam daqueles que são perda de tempo? Quando se escolhe entre vários planos de alimentação saudável ou programas de nutrição focados em performance, o sucesso acontece de acordo com sua abordagem a respeito do papel da comida em sua rotina. Isso não quer dizer que o que você come não é importante, mas que o plano escolhido e como você o implementa só funcionarão se você tiver a mente certa sobre a nutrição. Um erro nesta mentalidade o levará para o fracasso, mesmo que você tenha um ótimo plano alimentar.

Eu acho que fica mais claro se fizermos comparações entre o plano nutricional e o plano de treino. Há coisas que jamais faríamos num planejamento de treino esperando resultados positivos. Da mesma forma, os resultados que podemos alcançar a partir da nutrição seguem princípios semelhantes.

Aqui vão os top 5 erros nutricionais que acredito que atletas de crossfit fazem.

1. Prioridades não determinadas
Se eu quero melhorar meu snatch, há alguns passos que eu tenho que ter no plano de treino para que isso aconteça. Meu programa seria bem diferente do de uma pessoa que quisesse melhorar o supino. Agora, se meu objetivo é ficar em forma, perder peso ou servir de exemplo de pessoa ativa para meus filhos, o programa deve ser diferente. O primeiro erro na nutrição é não programar sua alimentação assim como você faz em outras áreas da sua vida. Sem prioridades claras, você não conseguirá se manter em seu planejamento, e isso não te ajudará no alcance de seus objetivos. Sua nutrição é algo que deve evoluir de acordo com suas prioridades.

“Quando as pessoas são novas no crossfit, normalmente elas buscam sair do padrão e mudar seus hábitos de dieta convencionais: como cortar o açúcar, cortar grãos e enxergam produtos refinados e processados como o capeta.”

Só essa mudança, para a maioria dos novatos, já traz excelentes resultados de composição corporal, massa muscular, melhora na saúde e aumento no preparo físico. Mas se você possui objetivos maiores, como competição, aspirações a atleta ou uma melhor relação entre gordura corporal e massa magra, sua nutrição precisará ser refinada para que você chegue lá. Proporções de macronutrientes (proteína, carboidrato e lipídeo), os horários das refeições e as variações do seu plano até o dia de competição, serão diferentes se você pratica triatlo, visa competição de força ou somente um “tanquinho” definido. Defina suas prioridades e tenha certeza de que a nutrição é uma parte da engrenagem que te fará chegar lá, e não um obstáculo no seu caminho.

2. Erros na nutrição: abusando do dia do “lixo”
Dias de descanso são uma parte crucial de qualquer plano, assim como dias de descanso na dieta também. O dia do “lixo” auxilia na recuperação e nos mantém em equilíbrio e sãos. E o maior problema é que muitos crossfiteiros não planejam nem implementam esse dia como uma parte vital do plano; mas o ve como dia de indulgência, dia para se rebelar e comer todas as guloseimas do mundo, já que durante a semana têm sido tão santos na cozinha. Com essa mentalidade, o dia do “lixo” facilmente se torna em semana do “lixo”, o que leva a vários erros nutricionais.

Assim como o dia de descanso é programado para se obter sucesso a longo prazo, o dia do “lixo” tem que fazer parte do plano. Não é útil você ver o dia do “lixo” como um momento que vai “estragar” todo o trabalho feito. Ele é parte de um plano maior e tem que ser programado como tal. Se há eventos, dias, feriados, que você sabe que não seguirá a prescrição, faça um planejamento já contando com isso.

3. Falhando na evolução e ajuste
Você não seguiria um programa de treino sem planejar os resultados, seja percentual de gordura, correr 5 km, ou 1 RM (repetição máxima) de snatch. A nutrição pode ser responsável por várias mudanças que você pode criar controlar, então é ridículo não fazer uma avaliação e reavaliação consistente da sua nutrição. As pessoas geralmente são bem ruins em avaliar a própria dieta. A maioria das pessoas acha que come de forma saudável, mas não. Mesmo quando a obesidade é um problema óbvio, a maioria das pessoas julga a própria dieta como saudável ou praticamente saudável.

A maioria dos crossfitteiros acha que a própria nutrição é ótima, mas será mesmo? Para realmente avaliar sua nutrição, você precisa saber exatamente o que está ocorrendo. Se você nunca fez isso antes, agora pode ser o tempo de avaliar minuciosamente o que está comendo com um diário alimentar. Anote tudo o que come e bebe durante duas semanas, incluindo quantidades e frequência. Note qualquer sensação corporal e nível de energia nos treinos. Somente uma olhada honesta sobre o que está acontecendo na sua rotina alimentar poderá apontar o que está havendo de errado. Para a maioria das pessoas com quem trabalho, atletas e clientes procurando perder peso, o diário alimentar traz vários “insights” sobre o comportamento alimentar que antes era automático, e de repente tudo fica preto no branco.

4. Seguindo a moda
Você não espera ter resultados específicos do treinamento apenas seguindo o fluxo. Se você quer melhorar no snatch, mas gasta muito tempo fazendo supino, somente por que todos fazem, você terá uma grande decepção. E está tudo bem se você diz que socializar é sua prioridade e que é divertido fazer isso, mas não fique triste quando você for excelente no supino e tiver um snatch horroroso. O mesmo vale para a nutrição. Haverá modismos, suplementos que todos falam sobre, comidas que estão sendo valorizadas ou difamadas, mas não deixe a “modinha” te levar. Um planejamento sólido, levando em conta o que funciona pra você, fará você continuar no caminho certo.

5. Erros na nutrição: esperar que seja algo justo e igual
Sim, não é justo que você tenha essa mobilidade horrorosa enquanto que o novato já chega fazendo muscle up sem nem mesmo se aquecer. Mas então, a vida é assim. Não é justa. E ignorar, negar ou lutar contra isso só deixará você com mais dores e problemas. Suas necessidades nutricionais também podem ser incluídas na categoria de “injusto”. Haverá aqueles que comem porcaria e conseguem rapidamente ultrapassar os estágios que você gostaria de estar. Você encontrará aquele cara que pode fazer um WOD (workout of the day) logo após uma refeição ou pode te vencer sempre, mesmo estando em uma dieta de gelatinas. Você pode dizer que se funciona para eles, funciona para você. Ou simplesmente você pode lidar com as características que lhe foram dadas. Se você sabe que gelatina te deixa gordo e lento, então o melhor a fazer é parar de exigir que a natureza te dê outro sistema digestivo e aceitar os fatos.

A maravilhosa verdade da vida é que você é completamente único. Nós não podemos esperar comer o mesmo que outra pessoa e conseguir os mesmos resultados. Para cada plano nutricional, ajustes sutis terão de ser feitos para cada individuo. Há inclusive casos de pessoas diferentes que não são afetadas por junk food, e não conseguimos parar de pensar porque isso não acontece com a gente. Nós temos que trabalhar com o que temos. O mesmo acontece com as mudanças no decorrer da vida. A idade, doença, estilo de vida, tudo tem efeito sobre as nossas necessidades nutricionais e podem levar a erros na nossa alimentação. Não é justo, por exemplo, que os corpos mais velhos não processe McDonalds da mesma forma que os mais jovens, mas você é forte o suficiente para lidar com esse fato caso você queira parar de lutar contra a realidade.

Conclusão
Eu escrevo assumido o básico de que você fez um esforço para deixar sua alimentação saudável e tem evitado os erros nutricionais desde quando começou o crossfit. Mas eu sei que isso pode não ser totalmente verdade. A verdade dura e honesta é que você não terá melhores resultados físicos ou na performance sem adequar a alimentação. Pensar que você pode compensar o consumo de junk food com um WOD pesado, sem precisar prestar atenção na nutrição te levará a um ciclo de dieta on x dieta off, não trazendo resultados positivos. Você pode se exercitar como um animal e mesmo assim ter a barriga de um “Ursinho carinhoso”. Decida suas prioridades. Se você realmente quer ver uma melhora de performance, na composição corporal, na massa muscular, tome as rédeas da situação.

Tradução feita pelo Estagiário 449 Lúcio Bragança - 2º semestre/2017.









Clube449


Newsletter

Cadastre-se e receba e-mails com dicas e informações.

 
 

Contatos

(61) 3363-7449
(61) 98535-7449 (whatsapp)
clinica449 (skype)
contato@clinica449.com.br

CLSW 304 Bloco B Sala 103 - Sudoeste Brasília - DF | CEP: 70673-632

Busca

Encontre o que você precisa em todo o nosso site.